Search
sexta-feira 18 setembro 2020
  • :
  • :

Parceria: Municípios de Sumé e São João do Tigre capacitam profissionais da atenção básica de saúde

Visando qualificar cada vez mais os profissionais da atenção básica, a Prefeitura de Sumé em parceria com a Prefeitura de São do Tigre promoveu nessa quarta-feira (21), mais uma capacitação permanente e continuada. O curso Atenção Integral à Criança na Atenção Básica aconteceu no Salão Paroquial da Igreja Católica de Sumé e foi ministrado pela médica e professora da UFPB, drª Juliana Soares, integrante da coordenação da Rede de Cardiologia Pediátrica da PB.

O curso abordou o atendimento inicial à criança na Atenção Básica, apoio a aleitamento materno, introdução alimentar, caderneta da criança, imunização e discussão de casos clínicos.

O odontólogo do município de Sumé, Welington Souto disse que esse tipo de capacitação faz com que o profissional eleve ainda mais o nível de atendimento e consequentemente a melhoria na qualidade dos serviços oferecidos. É o que pensa também a enfermeira, Daniela Lopes, da cidade de São João do Tigre. Para ela, eventos dessa natureza são de extrema importância para o aperfeiçoamento profissional e com isso poder melhor servir.

A agente de saúde de Sumé, Giselia Alves, avaliou a capacitação de forma positiva. “É muito importante para o profissional ressignificar o seu trabalho e contribuir para reavivar o compromisso de cada um com seu ofício, possibilitando assim a execução de suas demandas na prática”, afirmou.

A secretária de Saúde de Sumé Alessandra Regina disse que é obrigação da gestão municipal capacitar os servidores para atender melhor a população, uma vez que a atenção básica é quem faz os primeiros atendimentos.  Para Sandra, sem qualificação, não há equipes atuantes, nem estrutura organizada.

A assessora Técnica do município de Sumé, Niedja Rodrigues de Siqueira, enfatizou que essa ação só está sendo possível graças ao empenho, a sensibilidade e o compromisso dos gestores, Éden Duarte e Célio Barbosa, respectivamente, prefeitos de Sumé e São João do Tigre, que tiveram essa visão de união, para que os custos fossem menores, visando atingir um maior número de profissionais.

Ascom PMS

22/08/2019