Search
quinta-feira 24 setembro 2020
  • :
  • :

Assistência Social promove Brechó Solidário para famílias do programa Criança Feliz

O Cras e o Programa Criança Feliz realizam nesta segunda (9) e terça-feira (10) o Brechó Solidário com o objetivo de ajudar famílias do Programa “Criança Feliz. A ação acontece no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, antigo prédio da Escola Presidente Vargas.

No local estão sendo distribuídas roupas e calçados adulto e infantil, brinquedos para crianças, peças íntimas, acessórios entre outras peças para as famílias cadastradas no programa.

Segundo a gestora do Criança Feliz, Cida Martins, as doações foram arrecadas durante todo o ano de 2019 para serem distribuídas às famílias neste mês de dezembro. Cida disse que estava muito feliz com o resultado da ação, em poder proporcionar um pouco de alegria e felicidade às mães e crianças do programa.

Ela ainda fez um apelo a quem quiser doar brinquedos, roupas e acessórios no brechó solidário é só se dirigir ao local e fazer o seu donativo. Pode ser novo e seminovo.

Mateus, um dos jovens presentes ao brechó, aprovou a iniciativa. “Muito boa por que ajuda as pessoas e principalmente as crianças”, disse ele, que é pai de um menino de dois anos.

Luzimara, moradora do Assentamento Mandacaru, também, gostou da ideia. “Adorei. Ganhei brinquedos e sandalinhas para meus três filhos, muito bom, eu só tenho a agradecer à equipe do “Criança Feliz, declarou.

A secretária de Assistência Social, Tanniery Lêla, informou que o momento representava a culminância de um trabalho desenvolvido em conjunto entre o Cras e a equipe do Criança Feliz que trabalhou durante todo o ano de 2019 recebendo as doações para serem distribuídas nestes dois dias.

Tanniery ainda lembrou que o momento tinha um significado especial pelo fato de que, segundo ela, ao fazer o donativo de alguma peça, cada pessoa imprimiu junto um carinho especial. “É nesse doar e receber que a gente fortalece vínculos e estreita laços”, avaliou.

Na ocasião ainda houve palestras e orientações sobre o Bolsa Família com a gestora do Cadastro Único, Edileide Baptista.

Em Sumé, o Criança Feliz atende cerca de 150 famílias e tem como público prioritário: gestantes, crianças de até 3 anos e suas famílias beneficiárias do Bolsa Família; crianças de até 6 anos e suas famílias beneficiárias do BPC2; crianças de até 6 anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

Ascom PMS

09/12/2019