Search
sexta-feira 18 setembro 2020
  • :
  • :

Auxílio Emergencial deve injetar R$ 9 milhões na economia do município de Sumé

A Secretaria de Assistência Social de Sumé estima que o auxílio emergencial de R$ 600,00, pago pelo governo federal, aos beneficiários do Programa Bolsa Família e aos trabalhadores informais, deve injetar aproximadamente R$ 9 milhões na economia local nos três meses em que o benefício será pago.

De acordo com a responsável pela coordenação do Bolsa Família no município, Edileide Batista, somente do Programa, cerca de R$ 3 milhões devem ser repassados mensalmente ao município.

Edileide informa também que esses percentuais ainda não consideram outras categorias como Microempreendedores Individuais, os inscritos no CadÚnico, que não são do Bolsa Família, autônomos e outros.

No total, 2.795 famílias sumeenses serão beneficiadas com o auxílio emergencial.

Para o público do Bolsa Família, a segunda parcela do benefício será paga no mês que vem, também seguindo o calendário do Programa. O governo federal também paga nesta quinta-feira (30), a primeira parcela do auxílio para mais 1,7 milhão de pessoas que se inscreveram por meio do aplicativo da Caixa, pelo site.

 

Ascom PMS

30/04/2020