Search
quinta-feira 21 outubro 2021
  • :
  • :

CRIAMC inicia programação do Agosto Lilás – 15 anos da Lei Maria da Penha

O Centro de Referência Intermunicipal de Atendimento às Mulheres do Cariri, (CRIAMC), inicia a programação direcionada ao Agosto Lilás, que chama a atenção da sociedade para o enfrentamento à violência doméstica. As atividades visam alertar e informar sobre o que é violência contra a mulher e reforçar junto à comunidade o trabalho realizado pela rede articulada de enfrentamento.

A abertura dos trabalhos aconteceu na manhã desta segunda-feira (02), em frente à Prefeitura Municipal, com exposição de faixa e panfletagem e com a participação do prefeito de Sumé e presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Cariri Ocidental (Cisco), Éden Duarte, dos profissionais da rede de atendimento (Creas, Cras, Departamento de Proteção à Mulher) e da imprensa local, parceiros da ação.

Lucineide Pereira, coordenadora do CRIAMC, lamenta que estes 15 anos da Lei Maria da Penha sejam marcados por um crescente aumento da violência contra a mulher, sobretudo por causa da pandemia. Ela alerta que o serviço é sigiloso, de acolhimento e de acompanhamento judicial e está à disposição de todas as mulheres do Cariri com atendimentos de assistente social, advogada e psicóloga.

Éden disse que o serviço é uma parceria com o Governo do Estado e que a intenção é levar a equipe aos demais municípios. “Ganhamos mais amplitude com a sanção da lei que proíbe condenados por violência contra a mulher tomem posse ou assumam cargos públicos no município de Sumé, além de outras medidas que nos credenciam com o selo Prefeitura Parceira das Mulheres”, disse.

Para Taua Domiciano, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Cariri e advogada do CRIAMC, é necessário que os homens também participem dessa luta de modo que o tema seja incluído e tratado no âmbito da educação. “Recentemente a Lei Maria da Penha foi premiada como uma das melhores leis do mundo, cujos avanços estão a mudança de público condicionada para público incondicionada e da violência psicológica sendo considerada agora crime”, declarou.

PROGRAMAÇÃO: 

Segunda-feira, dia 02: 

08h – panfletagem e afixação de faixa em frente a prefeitura de Sumé. 

11h às 13h – visitação às instituições e participação na rádio Serra Branca FM, para divulgação do CRIAMC, orientações e discussões sobre Lei Maria da Penha e violência contra a mulher, na cidade de Serra Branca.

Terça-feira, dia 03:

09h30 – visitação, pela equipe técnica do centro de referência, à delegacia de atendimento à mulher em Monteiro. 

10h – roda de conversa com profissionais do Creas, Cras e gestão municipal sobre o fluxo de atendimento do CRIAMC e Lei Maria da Penha. 

11h às 12h – participação em rádio local, dialogando sobre a Lei Maria da Penha como prevenir e enfrentar a violência contra as mulheres. 

Quarta-feira, dia 04: 

15h – roda de diálogo com as mulheres atendidas no serviço CRIAMC, sobre direitos frente aos desafios presentes no cotidiano de mulheres em situação de violência.

19h – live, pelo Instragran, sobre (re) inserção social da mulher em situação de violência, o que fazer? – participação do prefeito de Sumé e presidente do CISCO Éden Duarte, da prefeita de Monteiro Ana Lorena, representante da Rede Cariri Delas, de Taua Domiciano, OAB Cariri e Lídia Moura, secretaria de Estado da Mulheres (@criamcsume, @annalorenanobrega, @eden_duarte, @lidiamourac). 

Quinta-feira, dia 05:

15h – roda de diálogo com as mulheres atendidas no serviço CRIAMC, sobre direitos frente aos desafios presentes no cotidiano de mulheres em situação de violência.

Sexta-feira, dia 06: 

09h às 10h – roda de conversa (on-line) com profissionais da rede de atendimento com o tema “diálogo sobre a rede de enfrentamento e rede de atendimento às mulheres em situação de violência”. 

11h – entrevista na 95 FM sobre os 15 anos da Lei Maria da Penha e enfrentamento à violência contra as mulheres.

Denuncie: 180 

Dúvidas e informações:

(83) 9 9399-3777 (Criamc)

(83) 3353-2131 – 9 9820 0099 (secretaria de assistência social)

0800 083 1403 (ouvidoria)

Ascom

02/08/2021