Search
terça-feira 26 outubro 2021
  • :
  • :

Sumé realiza a VII Conferência Municipal de Saúde

Com o tema “A consolidação do SUS para manutenção do direito à saúde”, a Secretaria de Saúde de Sumé, através do Conselho Municipal de Saúde, realizou nesta terça-feira (21), a VII Conferência Municipal. 

O objetivo foi debater, avaliar e propor novas ações para a implementação de políticas públicas com enfoque no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), debater o impacto na saúde mental causada pela pandemia da covid-19 e a reestruturação da Atenção Básica e o financiamento do SUS.

As conferências de saúde são conquistas do povo e constituem um espaço democrático de reflexão, discussão e articulação coletiva em torno de propostas e estratégias que apontam diretrizes para reafirmar, impulsionar e efetivar os princípios do SUS.

Na abertura, as apresentações culturais ficaram por conta da Filarmônica Municipal Maestro Antônio Josué de Lima, regida pelo maestro Diego Sousa, do grupo de flauta doce e de dança do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

A presidente do conselho municipal, Niedja Rodrigues, deu as boas-vindas a todos, agradeceu a autonomia e confiança do prefeito e da secretária de saúde, e sobretudo a sua equipe que, com amor, concretizou todo o planejamento.

A secretária de saúde, Tanniery Lêla falou do empenho do prefeito Éden em manter, com qualidade, todos os serviços em saúde do município, embora o país passe por um sucateamento de direitos naturais ao usuário. “Mesmo com todas as dificuldades, ele tem buscado e investido recursos próprios em equipamentos e treinamentos dos colaboradores”, enfatizou.

Antônio Carlos, presidente da Câmara de Vereadores, destacou a importância dos temas discutidos, principalmente os impactos mentais causados pela pandemia, ao mesmo tempo em que, dispôs o poder legislativo como parceiro no fortalecimento de uma saúde pública de qualidade e com equidade.

Por sua vez, o prefeito Éden Duarte disse que o momento é propício para as discussões e o embate de idéias, a fim de que ao final, o município possa ter as melhores opções de como investir e reestruturar a atenção básica com os parcos recursos de que o SUS dispõe hoje.

Em seguida às falas, o momento da palestra magna foi com Jailton Vilberto de Sousa, farmacêutico e mestre em saúde coletiva que falou sobre “A consolidação do SUS para manutenção do direito à saúde”.

Os eixos discutidos foram: “O impacto na Saúde mental causado pela Pandemia”, defendido pela psicóloga Jocilda de Azevedo, “Reestruturação da Atenção Básica”, defendido pelo coordenadora da atenção básica Fernanda Valadares e, “Financiamento do SUS”, defendido pela Presidente do Conselho Niedja Rodrigues de Siqueira.

O evento aconteceu na quadra da escola Zélia Braz e contou com a participação dos secretários municipais, Ednalva Libânio (Assistência Social), Bonílson Timóteo (Educação), Décio Bezerra (Obras e Serviços Urbanos), além de todos os segmentos da saúde e da assistência municipal, bem como representantes da sociedade civil.

 

Dúvidas e Informações:

83 – 9 9413 1130 (Secretaria de saúde)

0800 083 1403 (Ouvidoria)

ouvidoriamunicipaldesume@gmail.com

Ascom

21/09/2021