Search
terça-feira 7 fevereiro 2023
  • :
  • :

Departamento de proteção a Mulher da Prefeitura de Sumé promove evento sobre “Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”

Nessa terça-feira, 29, a Prefeitura de Sumé realizou, por meio do Departamento de Proteção a Mulher e da Diversidade Humana, da Secretaria de Assistência Social, um evento em alusão aos “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”.

Trata-se de uma campanha, que se inicia anualmente no dia 20 de novembro – Dia da Consciência Negra no Brasil – para refletir sobre os variados cenários da violência de gênero contra mulheres e meninas.

A cerimônia aconteceu no auditório do Centro Socioassistencial, localizado no bairro da Várzea Redonda, com a participação da secretária de Assistência Social, Ednalva Libânio, da Juíza da Comarca de Sumé, Juliana Accioly Uchôa, da advogada do CRIAMC e presidente da OAB Cariri, Taua Domiciano, da Diretora do Departamento da Mulher e Diversidade Humana do município, Ana Rafaela e da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Hosana Torres.

De acordo com Ednalva, Sumé tem buscado fortalecer cada vez mais os instrumentos que garantem os direitos da mulher vítima de violência doméstica. Segundo ela, a atuação efetiva da rede de apoio, sob a liderança do Departamento de Proteção a Mulher, bem como do Centro de Atendimento Especializado (Crianc), entre outras ações realizadas, tem contribuído eficazmente para a consolidação dessa pauta no município, que inclusive já foi premiado como “Prefeitura Amiga da Mulher”, por ter desenvolvido também muitas ações nesse sentido.

Já a diretora do Departamento da Mulher e Diversidade Humana do município, Ana Rafaela, avaliou positivamente o momento. “Muito importante porque engrandece e fortalece a causa, para que continuemos imbuídos nesse propósito”, declarou. Rafaela ainda deu um recado para quem está sofrendo ou conhece alguma mulher vítima de violência: “Saiba que você não está sozinha. Estamos aqui para acolher e garantir uma vida sem violência. Basta procurar a rede de apoio do município, que todo sigilo da identidade da mulher será resguardado”, garantiu.

A juíza Juliana Uchôa enfatizou que o poder judiciário local, por meio da comarca de Sumé, está utilizando todos os meios legais disponíveis, para fazer valer a lei Maria da Penha, “para que a integridade física, moral, psicológica, sexual e patrimonial da mulher, sejam resguardadas de forma imediata e emergencial”, disse.

Dra. Juliana destacou ainda o apoio efetivo da gestão municipal em prol da causa. “Eu fico muito feliz e agradecida em perceber que o nosso poder executivo local é atuante e sensível no combate à violência doméstica, familiar contra a mulher, pois, o poder judiciário não atua sozinho. É impossível fazer com que a Lei Maria da Penha tenha eficácia e o alcance necessário no âmbito da sociedade, sem a parceria dos demais poderes. Confesso que o evento me surpreendeu em muitos sentidos, não só por perceber que o poder judiciário conta com uma rede de proteção integrada e articulada, destinada a combater e a prevenir a violência doméstica no município de Sumé, mas também pelas novas ideias sobre, como podemos melhorar ainda mais a proteção da mulher no município e nas cidades vizinhas que integram a comarca”, declarou a juíza.

Participaram ainda o secretário de Obras, Gian Braz, representantes do Hospital Municipal, da Secretaria de Saúde, do Gabinete, do Crianc e dos demais programas socioassistenciais, CREAS, CRAS, SCFV, Assessoria Jurídica Gratuita do município e Criança Feliz, além do momento cultural com o protagonismo feminino da poetisa e cantora Érika.

A campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher” busca justamente aumentar a conscientização da sociedade, bem como estimular os esforços de defesa e compartilhamento de conhecimentos e inovações em prol da causa.

Dúvidas e Informações:

(83) 3353-2131 – 9 9820 0099 (Secretaria de Assistência Social)

0800 083 1403 (Ouvidoria)

ouvidoriamunicipaldesume@gmail.com

Ascom

29/11/2022