Search
domingo 14 julho 2024
  • :
  • :

Prefeitura de Sumé promove oficinas na Escola de Arte e Museu Miguel Guilherme para os alunos da rede municipal

A Prefeitura de Sumé, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, está promovendo oficinas de arte para alunos da rede municipal de ensino que demonstram talento e aptidão para essa área. As oficinas são realizadas na própria Escola de Arte e Museu Miguel Guilherme, em dois dias da semana, com o apoio e orientação do professor, poeta e artista plástico Zito Júnior.

Essa ação é parte integrante do projeto de reabertura e revitalização do espaço, recentemente realizado pela administração municipal em parceria com a Unicir, Faculdade do Cariri e a família do artista, que proporcionaram melhorias na estrutura do Ateliê, além de planejar a restauração do acervo das obras do artista.

As aulas teóricas e práticas acontecem às segundas e terças-feiras, nos horários das 08h às 11h e das 14h às 16h. Atualmente, cerca de 20 alunos participam do curso, durante o contraturno escolar. De acordo com o professor Zito, as aulas abordam diversos temas relacionados à arte. No momento, os alunos estão aprendendo sobre mamulengo, mas já tiveram oportunidade de participar de oficinas de papetagem, uma técnica artesanal e sustentável que utiliza papel recortado e cola para criar esculturas e objetos.

Os estudantes já realizaram trabalhos com a papetagem, produzindo peças em garrafas PET e confeccionando objetos utilitários, como porta-lápis, porta-trecos e até mesmo a recuperação de móveis. O professor Zito informou que, em seguida, os alunos terão a chance de participar de outras oficinas voltadas para texto, teatro e teatro de palco. Ele ressalta que os alunos estão recebendo uma verdadeira extensão escolar por meio dessas atividades.

A proposta é que os professores indiquem mais alunos para participar do projeto, a fim de que possam aprender arte e desenvolver atividades que serão apresentadas nas escolas e eventos. O material utilizado nas atividades é principalmente reciclável, e a massa utilizada para a confecção de mamulengos é basicamente a mesma utilizada para a produção de esculturas em papel marchê.

Essa iniciativa é extremamente gratificante, tanto para o professor Zito quanto para os alunos, que estão aprendendo uma atividade que levarão consigo por toda a vida. Além disso, é um ganho para a população de Sumé, que conta com um espaço dedicado à arte e que pode ser visitado.

O professor Zito elogiou a gestão municipal, na pessoa do prefeito Éden Duarte, por ter essa visão sensível e futurista ao promover a arte e a cultura local, elementos tão essenciais para a história e o desenvolvimento do município.

Um dos participantes da oficina, Victor Emanuel, aluno do sétimo ano da Escola Presidente Vargas, compartilhou sua experiência, afirmando que está adorando o conhecimento adquirido, que será útil ao longo de sua vida. Ele destacou a importância das oficinas em proporcionar uma pausa nas telas dos celulares e permitir uma conexão mais próxima com a arte e natureza. Além disso, Victor ressaltou a oportunidade de transformar materiais recicláveis em arte, contribuindo para o meio ambiente, enquanto se diverte e aprende.

Outro aluno da oficina, Antônio Rafael, também expressou seu entusiasmo e aprendizado nas aulas, principalmente em relação à história do artista Miguel Guilherme.

Gilvaldo José, 13 anos, compartilhou sua satisfação com a produção de trabalhos em papietagem e a confecção de mamulengos. Para ele, essas atividades exercitam a criatividade e proporcionam uma experiência afastada dos aparelhos eletrônicos.

O projeto das oficinas na Escola de Arte e Museu Miguel Guilherme é um exemplo da dedicação da administração municipal em promover o acesso à cultura e incentivar a expressão artística dos alunos da rede municipal de ensino. Através dessas oficinas, os estudantes têm a oportunidade de explorar sua criatividade, desenvolver habilidades artísticas e se envolver em atividades práticas e enriquecedoras.

A prefeitura de Sumé agradece e parabeniza o professor Zito Junior pelo seu trabalho dedicado e inspirador, assim como os alunos envolvidos nas oficinas de arte. Essas iniciativas são fundamentais para o desenvolvimento cultural e educacional dos jovens, além de contribuírem para a preservação e valorização da história e do patrimônio local.

A comunidade está convidada a visitar o local e conhecer de perto as obras e produções artísticas realizadas pelos alunos. Através desse espaço, Sumé reafirma seu compromisso em estimular a arte e a cultura como ferramentas essenciais para o crescimento e a identidade cultural de sua população, sendo cada vez mais, uma cidade que inspira.

Dúvidas e Informações:

(83) 9 9962 1056 (Secult)

0800 083 1403 (Ouvidoria)

ouvidoriamunicipaldesume@gmail.com

Ascom

13/06/2023