Search
terça-feira 21 maio 2024
  • :
  • :

Semana nacional de mobilização e luta contra a Tuberculose

A última semana do mês de março é dedicada à mobilização e luta contra a Tuberculose (TB), uma campanha nacional que visa alcançar uma redução de 90% do coeficiente de incidência da TB e uma redução de 95% no número de mortes pela doença no país. Anualmente no Brasil, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos com cerca de 4,5 mil mortes.

Desde 2017 o país assumiu o compromisso de eliminar a tuberculose por meio do “Plano Brasil livre da tuberculose” e nesse sentido, em níveis estadual e municipal, as secretarias de saúde desenvolvem mais fortemente, ações voltadas ao tema.

Desde o início da semana, profissionais da secretaria de saúde de Sumé estão visitando locais que serão alvos de ações específicas de prevenção e coleta de material.

Na quarta-feira, 29, profissionais do laboratório municipal de análises clínicas, estarão na Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, a partir das 7h, realizando vários exames e coletando material dos trabalhadores da unidade. Na segunda-feira, 3 de abril, será a vez do Abrigo de Idosos Rosália Paulino e na quarta-feira, 5, o Batalhão da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer órgãos como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). A forma pulmonar, além de ser mais frequente, é a principal responsável pela manutenção da cadeia de transmissão da doença.

Vale salientar que as UBS do município dispõem da vacina BCG, que aliás, é obrigatória para menores de um ano. Essa vacina deve ser ministrada às crianças ao nascer, ou, no máximo, até os quatro anos, 11 meses e 29 dias.

“É importante ressaltar que a Tuberculose tem cura e a informação é a melhor maneira de combater o preconceito e a discriminação e o melhor é que o nosso Sistema Único de Saúde, SUS, oferece o diagnóstico e o tratamento totalmente gratuitos”, disse a secretária de Saúde Tanniery Lêla.

Dúvidas e/ou informações:

(83) 99982-1811 (Vigilâncias em Saúde)

0800 083 1403 (Ouvidoria)

ouvidoriamunicipaldesume@gmail.com

Ascom PMS

29/03/2023